Rua Refinaria Mataripe, 428 – Vila Antonieta – São Paulo – SP

(11) 2253-7690

Associação dos Consultores Assessores e Articuladores Politicos do Estado de São Paulo

Sem assessor político não existe parlamentar!

A importância do engenheiro de segurança do trabalho nas organizações

Postado em 10 de março de 2017

Male architect at a construction site looking happy

O Brasil é o quarto país do mundo em número de acidentes fatais no trabalho. O dado foi confirmado recentemente pelo coordenador de Saúde do Trabalhador do Ministério da Saúde, Jorge Mesquita: segundo ele, as principais causas são a banalização das ocorrências e a falta de política de prevenção.
De acordo com dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT), ocorrem anualmente 270 milhões de acidentes de trabalho em todo o mundo. Aproximadamente 2,2 milhões deles resultam em mortes.

Segundo o estudo da OIT realizado em 2012, confirma que o Brasil ocupa hoje o 4º lugar no mundo em relação ao número de mortes, com 2.503 óbitos. O país perde apenas para China (14.924), Estados Unidos (5.764) e Rússia (3.090).

Cerca de 700 mil casos de acidentes de trabalho são registrados em média no Brasil todos os anos, sem contar os casos não notificados oficialmente, de acordo com o Ministério da Previdência. O País gasta cerca de R$ 70 bilhões nesse tipo de acidente anualmente. Entre as causas desses acidentes estão maquinário velho e desprotegido, tecnologia ultrapassada, mobiliário inadequado, ritmo acelerado, assédio moral, cobrança exagerada de maior produtividade, entre outros.

Entendemos cada vez mais, como sendo de vital importância a figura do Engenheiro de Segurança do Trabalho nas empresas, ele é o profissional que visa à proteção do trabalhador em todas as instâncias de sua atuação dentro de uma organização. É ele quem analisa o ambiente de trabalho, segundo as condições de higiene, segurança e verifica se as normas do Ministério do Trabalho estão sendo cumpridas, para que o trabalhador não seja explorado por alguns maus empregadores.

O profissional de Segurança do Trabalho tem uma área de atuação bastante ampla. Profissionais de qualquer uma das áreas da Engenharia ou Arquitetura que estiverem buscando novos caminhos profissionais, deveriam pensar seriamente na possibilidade de fazerem o curso de Pós graduação em Eng. de Segurança, visto que ele atua em todas as esferas da sociedade onde houver trabalhadores. Possíveis áreas de atuação: Indústria, Comércio, hospitais, laboratórios, fábricas, escritórios, instituições financeiras, construção civil, hotéis, área rural, empresas agroindustriais, dentre outros. Lembrando que o curso e o profissional de segurança visam atender a uma das maiores demandas do mercado no país, que é a construção civil : Copa , Olimpíadas, Pré -sal, Infra estrutura como estradas, redes hoteleiras, comércio, etc…

O setor de segurança e saúde para as empresas tornou-se multidisciplinar e busca incessantemente prevenir os riscos ocupacionais. Esta é a forma mais eficiente de promover e preservar a saúde e a integridade física dos trabalhadores. Nesse aspecto se destacam os profissionais da área, composto entre outros pelo Engenheiro de Segurança do Trabalho.

Qualquer empresa que queira realmente melhorar a qualidade de vida dos seus colaboradores e consequentemente melhorar a sua produtividade e imagem no mercado, deve estar disposta, entre outras coisas, a ter em sua equipe, a figura do profissional da Segurança do Trabalho, lembrando que a maneira mais eficaz de impedir o acidente é conhecer e controlar os riscos. Isso se faz com uma política de segurança e saúde dos trabalhadores que tenha por base a ação de profissionais especializados.

Autor: Ricardo Wagner A. Martins

Arquiteto, Eng. de Segurança, Consultor e Coaching, é Coordenador do curso de Pós graduação em Engenharia de Segurança do Trabalho do SENAC – Unidade Jabaquara.

 

Leia Também